Jogos Minerários 2017

 

JOGOS MINERÁRIOS 2017

Nos dias 16, 17 e 18 do mês de agosto, alunos da UEMG participaram da primeira edição dos jogos minerários. A equipe foi formada pelos alunos Ana Carolina Lage, Matheus Coutinho, Vinicius Italo, Nathiegan Silva e Igor Silva graduandos do curso de engenharia de minas. Durante o período de competição a equipe foi destaque nas provas de reconhecimento mineralógico e plano de fogo.

         

O que aconteceu no evento?

Além do ciclo de competições os jogos minerários proporcionaram a todos que estiveram presentes uma série de palestras sobre “Inovação e novas Tecnologias na mineração”. O evento permitiu a interação entre alunos da UFMG, UFOP, UniBH, Unifal, Usp e outras universidades. Contou também com o apoio de empresas como IBRAM, KOMATSU, GEOBRUGG e Instituto Minere. Podemos destacar também a iniciativa da MetalMinas Empresa Junior em patrocinar as inscrições e organizar a formação da Equipe.

 

As Provas e o desempenho da UEMG

Os jogos minerários tem como base o Mining Games, que acontece todo ano mundialmente, que também já teve participações de equipes brasileiras como USP e Unifal. O evento tinha duração de 3 dias, de quarta a sexta, onde ficamos alojados junto com a UFOP e Unifal na casa de um estudante da UFMG. A competição envolvia varias atividades, no primeiro dia teve 2 atividades, o Swede Saw, e Mucking, o swede saw era de 3 participantes e o objetivo era basicamente serrar uma tora de madeira em menos tempo cada um, a equipe que acumulasse o menor tempo em conjunto ganhava, nossa equipe ficou em 7º lugar. A atividade Mucking era sobre encher o carrinho de brita em menos tempo, e percorrer um percusso de ida e volta em menos tempo, a nossa equipe ficou em 5º lugar. Na quinta feira, foram realizadas duas atividades, que era o Gold Panning, onde tinha 5 pedaços pequenos de pirita misturado a cerca de 3 kg de material heterogêneo, e através de técnicas de bateamento tínhamos que achar os 5 pedaços de pirita em menos tempo, a outra atividade era o Hand Steeling, que tinha que abrir um furo mais profundo possível com um martelo e uma talhadeira, a equipe que tivesse o furo mais profundo ganhava. No ultimo dia teve 3 atividades (circuito minera), que era a moagem de 450g quartzo com um almofariz e passar pela peneira de granulometria 0,84 milímetros, a equipe que tivesse maior quantidade de passante ganhava, a segunda atividade era reconhecimento de minerais, onde foram dado 10 minerais aleatórios, e com o pedaço de vidro, porcelana e prego tínhamos que identificar todos no menor tempo possível, a ultima atividade foi o plano de fogo, qual a equipe tinha que simular um plano de fogo, e calcular suas dimensões e volumes,  detalhe para identificação de mineral e plano de fogo que a nossa equipe teve um desenvolvimento muito superior que as outras, atingindo a 2ª e 3ª colocação respectivamente. O aluno Matheus Coutinho comentou um pouco sobre o evento e descreveu a importância da nossa universidade estar integrada em tais atividades.

P: O que o evento representou para você?

R: Pessoalmente falando, foi melhor do que imagina o evento ao todo, houve alojamento a um preço muito acessível, a equipe da UFMG ajudaram com comida para reduzir os custos, foi um evento muito organizado, seguindo o cronograma certo, teve muito network com os palestrantes, e foi muito interessante ver as faculdades se juntando para conversar sobre o cenário atual e também criando laços entre elas, e o aprendizado que ficou tem um valor ainda maior. Ano que vem terá outra edição e com certeza a UEMG terá uma equipe para nos representar na frente de todas as outras faculdades de engenharia de minas do país. Um obrigado a UFMG pelo evento, e pela equipe Uemg Minas que representou, tirou dinheiro do bolso para representar a faculdade, e participou com todo comprometimento de todas as atividades buscando dar seu melhor, tenho certeza que toda a equipe saiu satisfeita, e um obrigado especial a MetalMinas que trouxe a notícia dos Jogos para a faculdade, tomou inciativa de criar um grupo, e custeou as inscrições para nós representarmos a UEMG.

“Participar dos Jogos Minerários UFMG 2017 foi uma experiência muito singular. ”

– Matheus Coutinho

 

Escrito por Rodney Silva e Matheus Coutinho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *